Dia de Campo apresenta variedades de café clonal adaptadas ao Acre

Parceria entre a Prefeitura de Mâncio Lima e outras entidades públicas e privadas, estimulam a adoção de tecnologia para o cultivo de café.



Acontecerá no dia 25 de abril, em Cruzeiro do Sul, o evento "Dia de Campo apresenta variedades de café clonal adaptadas ao Acre" com o objetivo de divulgar e estimular a adoção de tecnologias para o cultivo de café, recomendadas pela pesquisa para as condições de clima e solo do Acre. Esse é o objetivo do dia de campo “Cultura do Café Clonal na Regional do Juruá”,


O evento é uma parceria entre a Prefeitura de Mâncio Lima, Embrapa Acre, Universidade Federal do Acre (Ufac) e Sebrae-AC, e conta com o apoio do Senar-AC, Prefeitura de Cruzeiro do Sul e Governo do Estado.


Durante o evento, produtores rurais, técnicos, extensionistas, estudantes, gestores de torrefadoras e pesquisadores poderão conhecer as dez novas cultivares híbridas de café clonal desenvolvidas pela Embrapa Rondônia para a Amazônia. O material é fruto do cruzamento de plantas de café Canéfora dos grupos Robusta e Conilon e visa a desenvolver a cultura nos diferentes estados da região.


No Acre as cultivares foram testadas e avaliadas em cinco Unidades Demonstrativas implantadas em Acrelândia, Rio Branco e Cruzeiro do Sul.“Queremos mostrar para os agricultores que a cafeicultura é um ótimo investimento. O Vale do Juruá já foi um dos principais produtores de café do Acre e buscamos estimular a retomada dessa cultura”, conta a analista da Embrapa Acre, Dorila Gonzaga.


Cultivares híbridas da Embrapa

Os novos clones híbridos de café reúnem características superiores dos grupos Conilon e Robusta. Apresentam alta produtividade, acima de 100 sacas por hectare, são resistentes à ferrugem-alaranjada – uma das principais doenças do cafeeiro – e adaptados às condições climáticas amazônicas. De acordo com as pesquisas, também se destacam por seu porte intermediário, resultado da combinação do alto vigor vegetativo do café Robusta com a estrutura compacta do Conilon, ou seja, apresentam crescimento vigoroso, maior que as plantas Conilon, mas não tão frondosas como as Robusta.


O desenvolvimento das cultivares de café clonal visa atender as demandas dos produtores rurais por cafés mais produtivos, crescente nos Estados de Mato Grosso, Amazonas e Acre. As cultivares híbridas da Embrapa vêm sendo testadas em mais de 40 localidades do País, por meio de Unidades Demonstrativas e de Observação em áreas de produtores e de instituições parceiras. São aproximadamente 25 áreas em Rondônia e outras 15 nos Estados do Acre, Mato Grosso, Amazonas, Roraima, Bahia, Espírito Santo e Minas Gerais. O lançamento dos novos materiais acontecerá este ano.


De acordo com o professor da Ufac, Leonardo Tavella, responsável pela condução do experimento em Cruzeiro do Sul, os clones demonstraram boa adaptação às condições locais. “Resultados preliminares mostram que para alcançar altos rendimentos na produtividade é necessário plantar na época adequada e fazer irrigação”, explica.


Além dos estudos sobre adaptabilidade, a Embrapa investiu na implantação de Jardins Clonais, em parceria com produtores do Acre. Esses espaços vão possibilitar o acesso à mudas de qualidade, por cafeicultores das principais regiões produtoras do estado. “O uso dessas plantas permite elevar a produção em uma mesma área cultivada, proporcionando maior ganho econômico, e estimula a geração de empregos”, afirma a pesquisadora da Embrapa Acre, Aureny Lunz.


Cafeicultura no Acre

Com uma produção de 2.169 toneladas de grãos beneficiados, em 2016, o Acre é o segundo maior produtor de café da região Norte, de acordo o IBGE. Em 2015, ocupava a terceira posição no ranking nacional em produtividade do café Canéfora e o primeiro lugar na região Norte, com média de 26 sacas de café limpo por hectare.


Dados do Zoneamento Agrícola de Cruzeiro do Sul, realizado pela Embrapa Acre e Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento, indicam que o clima e o solo do município são favoráveis para o cultivo de café. “O estudo comprova o potencial da cafeicultura na região. As informações geradas serviram de base para a adoção de estratégias para desenvolvimento da cultura, pela prefeitura local, incluindo a distribuição de mais de 100 mil mudas de cafés clonais para agricultores familiares”, diz Eufran Ferreira do Amaral, chefe-geral da Embrapa Acre e pesquisador responsável pelos trabalhos. (Assessoria Embrapa)


Serviço: Dia de Campo “A cultura do Café Clonal na Regional do Juruá”

Data: 25/04/2019

Horário: 8h às 12h30

Local: Campus Floresta da Universidade Federal do Acre – Estrada do Canela Fina, Km 12, Gleba Formoso, Lote 245, Colônia São Francisco – Cruzeiro do Sul (AC)

Informações: (68) 3322-1388 e acre.eventos@embrapa.br

Entrada gratuita

Menu da Transparência

Saiba como e onde o Prefeito tem investido as arrecadações.

Portal da Transparência

Pessoal / RH

Patrimônio Público

Veículos & Frotas

OGU/Emendas Parlamentar

Convênios Federais

Lista dos beneficiários do Bolsa Família

Transferências Acumuladas

(FPM, Fundeb, Sal. Educação, ITR, FEX, CIDE, FEP, CFEM, AFM, Lei 87-96 "Kandir", ICMS) por ano

Lista de Precatórios

Rede SIM "Simples"

Sala do Empreendedor

Acesso à informação

   Registro

   Consulta

   Estatísticas do "e-Sic"

   Glossário

 

Fale Conosco

   Estatísticas de Contato

Desenvolvido por

DECORP - Conectando pessoas