Adolescente corta cabelos e guarda por um ano para entregar ao Hospital de Amor


Ana Francisca Feitosa de Oliveira, de 14 anos, moradora de Mâncio Lima, cortou o cabelo, guardou e esperou um ano até que a unidade móvel do Hospital de Amor, chegasse no município para entregar o material nesta quinta-feira, 13 de maio. O cabelo dela será utilizado na fabricação de perucas para crianças vítimas de câncer que perdem os cabelos durante o tratamento da doença.


“Eu ouvi muitas histórias sobre crianças e adolescentes com câncer que tocaram muito o meu coração. No começo minha mãe não concordou mas depois deixou. Eu cortei e guardei direitinho e soube que a carreta viria para cá então vim entregar e espero que faça alguém feliz como estou agora. Espero que outras pessoas também doem”, contou ela emocionada ao entregar os cabelos à equipe do Hospital.

Jaira Cardoni, enfermeira da carreta do Hospital do Amor, explica que o cabelo vai beneficiar crianças da ala infanto-juvenil do Hospital de Barretos, no interior de São Paulo.


“A palavra pelo gesto da Ana Francisca é de gratidão e esperamos que se multiplique. As doações passam pelas peluqueiras, um grupos de voluntários que recebem essas doações e produzem as perucas, que vão em seguida para as crianças e jovens em tratamento”, explica ela destacando que as doações de cabelos podem ser feitas na unidade fixa do Hospital do Amor em Rio Branco e na carreta, na passagem pelo interior do Acre.

O atendimento da unidade móvel do Hospital do Amor em Mâncio Lima prossegue até o dia 16 de maio com a meta de alcançar 400 mulheres à partir de 25 anos, com o PCCU e mamografias a partir de 40 anos.

Para quem quiser fazer o mesmo que Ana Francisca, a unidade móvel do Instituto de Prevenção Hospital de Amor ficará na cidade até 17 de maio.


O veiculo chegará em Cruzeiro do Sul no dia 24 de maio, permanecendo até 18 de junho com a meta de alcançar 1.600 mulheres com os 2 exames.


Assessoria de Comunicação Social

Imagens: Evandro Ibernon

0 comentário