top of page

Prefeitura e APAA alinham políticas intersetoriais para pessoas com TEA


A Prefeitura de Mâncio Lima, por meio das Secretarias de Saúde, Educação e Assistência Social, avançam com políticas nos cuidados com crianças e familiares do espectro autistas. As ações já incluem a parceria com uma das instituições referência no Juruá, a APAA – Associação dos Pais e Amigos dos Autistas.

Na manhã desta terça-feira, 31, psicólogo, pedagogos, assistentes sociais, profissionais da educação, Secretária Municipal de Saúde e demais profissionais da área de saúde estiveram reunidos com o Presidente da APAA, Peter Rogers pra conhecer a rede municipal e estabelecer os fluxos de atendimento dos autistas da rede de Mâncio Lima. A APAA tem sido uma parceira importante para a cidade.

“Nós conversamos com a equipe CAPS, da Assistência Social, da Secretaria de Educação Saúde para deliberar atribuições e responsabilidade de cada um desses entes para o diagnóstico e tratamento da pessoa com Autismo, tanto no atendimento psicossocial nas escolas, quanto avaliação, diagnóstico e do processo terapêutico das crianças com Transtorno do Espectro Autista. Nós precisamos melhorar a cada dia a descoberta e o processo de tratamento desta deficiência no Município.

Mâncio Lima é o primeiro município do Acre a contar com uma equipe psicossocial dentro do sistema de ensino, com um psicólogo, assistente social e fisioterapeuta, que dão um suporte pra educação especial. A equipe está dentro da Coordenação de Educação Especial criada de acordo com o que estabelece o Projeto de Lei Federal de n° 3803, de 2019. O mesmo, propõe e detalha uma política para o trabalho educacional com pessoas com Transtorno de Espectro Autista, deficiência mental e deficiências múltiplas, que leva em consideração o atendimento individualizado, a intersetorialidade e a multidisciplinaridade.

A SEMEC realiza Atendimento Educacional Especializado (AEE) para alunos da rede municipal de ensino com deficiência intelectual, visual, auditiva, deficiência física, deficiência múltipla, Transtorno do Espectro Autista (TEA) e estudantes com altas habilidades. Já na Saúde e Assistência Social são realizadas atividades são lúdicas, que favorecem as habilidades cognitivas, funções executivas, a atenção, a concentração e a memorização, terapias ocupacionais, enfermeiros, psicólogos, educadores físicos e nutricionistas, são alguns exemplos de atividades desenvolvidas no Município.

Assessoria de Comunicação Social

Jenildo Cavalcante

Beatriz Monte

Imagens: Evandro Ibernon


0 comentário

コメント


bottom of page