...
 

Prefeitura de Mâncio Lima inicia entrega cestas básicas para famílias atingidas pela cheia dos rios


A Prefeitura de Mâncio Lima, visando diminuir o impacto causado pela pandemia do novo Coronavírus e na assistência as famílias atingidas pelas cheias dos Rio Moa, Azul e seus afluentes, inicia nesta quinta-feira, 25 a distribuição de cestas básicas. Ao todo, serão entregues 300 cestas com alimentos perecíveis e não perecíveis, material de limpeza e de higiene pessoal.


A ação está sendo executada pela Secretaria Municipal de Assistência Social, com o apoio das Secretária de Saúde e de Meio Ambiente, após o preenchimento de cadastros com critérios específicos e devidamente atestada por Assistentes Sociais.

Junto à equipe que subiu os rios, um representante da Defesa Civil e do CRAS, estarão realizando uma busca ativa a outras famílias atingidas pelas cheias. Feito este cadastro, e após o recebimento dos recursos oriundos da Governo Federal por meio da Defesa Civil, novas cestas serão entregues. O público alvo são moradores ribeirinhos inscritas nos programas sociais e que tenham sido atingidas ou afetados pela alagação.


“Após constatar in loco a situação que ficaram as famílias ribeirinhas, mediante uma viagem que fiz com o Presidente da Câmara Renan Costa, foi possível identificar centenas de famílias em situações de riscos, desalojadas, outras improvisando assoalhos em suas residências, autorizei imediatamente esta ação de ajuda à essas pessoas que vivem as margens do Rio Moa, Rio Azul e seus afluentes. Vamos entregar 300 cestas, adquiridas com recurso próprios e, mediante um cadastro feito pela Defesa Civil, surgindo a necessidade de mais cestas serão entregues com o recurso que iremos receber do Governo Federal para esta situação de calamidade pública que estamos passando”, disse Isaac Lima, prefeito de Mâncio Lima.

O governador do Acre, Gladson Cameli, decretou estado de calamidade pública em dez cidades do estado, em virtude das cheias dos rios. Cerca de 130 mil pessoas foram afetadas no estado até agora. O decreto, publicado na última segunda-feira (22), incluiu, além da capital, Rio Branco, os municípios de Cruzeiro do Sul, Feijó, Jordão, Mâncio Lima, Porto Walter, Rodrigues Alves, Santa Rosa do Purus, Sena Madureira e Tarauacá.


Após visita ao Acre, na quarta-feira, 24, o Governo Federal anunciou o envio de recursos para as regiões atingidas pelas cheias. De acordo com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, os recursos serão transferidos até a próxima sexta-feira, dia 26, e distribuídos da seguinte forma: governo estadual, R$ 1,4 milhão; Cruzeiro do Sul, R$ 4,7 milhões; Santa Rosa do Purus, R$ 590 mil; Sena Madureira, R$ 2,9 milhões; Feijó, R$ 793 mil; Tarauacá, R$ 2,1 milhões; Mâncio Lima, R$ 965 mil; Rodrigues Alves, R$ 550 mil; e Rio Branco, R$ 3,2 milhões.

Além disso, o governo federal vai liberar o saque de recursos do FGTS para as famílias de Mâncio Lima, mediante cadastro feito pela Assistência Social e Defesa Civil.


Jenildo Cavalcante

Assessoria de Comunicação Social

Imagens: Evandro Ibernon