top of page
  • Foto do escritorJenildo Cavalcante

Prefeitura de Mâncio Lima entrega mais de 200 kits de ajuda humanitária às famílias afetadas pelas tempestades

Em setembro de 2023, nos dias 04, 10 e 13 mais de 500 famílias foram afetadas e/ou atingidas por fortes tempestades acarretando transtornos e prejuízos. Muitas destas famílias, tiveram suas propriedades totalmente destruídas e, outras, partes da cobertura da casa foi levada.

Após os eventos, a gestão montou uma equipe, junto à Coordenadoria de Defesa Civil, para envidar esforços para apoio as famílias e na elaboração dos planos para o recebimento de recursos federais.

O Governo Federal, por meio do Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional, reconheceu, no dia 18 de setembro a situação de emergência, desencadeada em Mâncio Lima, por conta das tempestades.


Na manhã desta sexta-feira, 19, no Ginásio do Complexo Esportivo Totão, o Prefeito Isaac, acompanhado de seus Secretários Municipais, deu início a entrega dos kits para 200 famílias atingidas pelos eventos acima citados.  

“Os recursos como são de natureza federal demoram um pouco para chegar, porém, após o plano aprovado eles chegam. Hoje estamos dando início a entrega para as famílias da zona urbana e rural e, é importante destacar que são para as vítimas das tempestades. Nossa equipe trabalhou muito para que estes benefícios pudessem ser entregues no menor tempo possível”, disse Isaac Lima, Prefeito de Mâncio Lima.

O recurso é para a assistência humanitária às famílias atingidas e afetadas na zona urbana e rural. Os kits, com cestas básicas, kit colchão, kit de limpeza, kit de higiene pessoal, kit dormitório (lençol, travesseiro e cobertor) contemplam, ainda, as famílias vulneráveis.

“A prefeitura e toda a gestão estão de parabéns por estarmos dando início a execução do primeiro Plano de ajuda humanitária atendendo neste primeiro momento 200 famílias. Só em 2023 conseguimos a aprovação de três planos da Defesa Civil, dois aqui para zona urbana e rural e um para as famílias da zona rural ribeirinha. Mais de 70% das famílias inseridas do segundo plano, de restabelecimento de danos causados nas residências (para as casas destelhadas), já foram contempladas. Então, o sentimento é de gratidão e dever cumprido de poder trazer a estas famílias um pouco de ajuda diante dos prejuízos que tiveram”, destacou Adriana Santos, Coordenadora da Defesa Civil.

Roberval de Souza, que mora no Bairro São Francisco, teve sua residência danificada durante o vendaval. O autônomo comemorou a ajuda que ora recebeu. “Eu só tenho a agradecer a Deus e a gestão da Prefeitura por terem se esforçado para trazer até nós esta ajuda tão importante. A Defesa Civil Municipal foi incansável, não deixou ninguém para atrás quando fomos atingidos pelos temporais e, muitas pessoas achavam que não ia dar certo, que os recursos não iam chegar e, hoje estamos vendo que deu certo e estamos sendo beneficiados”, finalizou Roberval de Souza.

Os recursos contemplam, ainda, as famílias vulneráveis, ou seja, aquelas que não foram afetadas diretamente pelos temporais, porém, estão no local onde aconteceram os mesmos. Este plano contempla recursos na casa de R$ 1.170.925,00.

Galeria de Imagens:

Assessoria de Comunicação Social

Jenildo Cavalcante

Beatriz Monte

Imagens: Evandro Ibernon


0 comentário

Comments


bottom of page