top of page

Prefeitura de Mâncio Lima entrega 15ª Escola Municipal Rural construída com recurso próprio


Em ano de avaliação do IDEB, a educação em Mâncio Lima vive uma verdadeira revolução com o PNAE - Programa Nacional de Alimentação Escolar, que está chegando às comunidades mais distantes do centro da cidade e, principalmente na zona ribeirinha, professores com nível superior e construção de escolas.


Os desafios para levar educação de qualidade, professores qualificados, acompanhamento pedagógico e novas estruturas de ensino é uma realidade. E, neste final de semana, 13, a comunidade contemplada com um presente foi a do Bom Sossego, localizada no Rio Moa, distante cerca de sete horas de barco até o centro da cidade.

O que parecia um sonho distante se tornou realidade para os pais de alunos que almejavam ver seus filhos estudando em uma escola nova e com mais conforto. A antiga escola José Sena já estava com sua estrutura de madeira comprometida, o assoalho estava cedendo e as goteiras atrapalhavam em dias de chuva.


Com muito esforço e economizando cada centavo que entrava na conta da educação, a atual gestão não reformou o prédio antigo, a comunidade escolar recebeu um novo espaço e, desta feita, construído todo em alvenaria e em menos de 120 dias como previa o contrato com a empresa responsável.

A José Sena mudou a paisagem do local, encrustada no meio da floresta, dentro do PDS Bom Sossego e vizinha do Parque Nacional da Serra do Divisor, ela hoje tem um visual moderno, bonito e acolhedor, a construção com 312 metros quadrados, recebeu banheiros masculino, feminino e de acessibilidade, com vasos sanitários e chaveiros, um refeitório amplo e integrado a cozinha, administração, quatro salas de aula e a secretaria.

A Escola possui uma clientela de 61 alunos da Rede Municipal e Estadual do Ensino Infantil ao 5º ano e, da rede estadual do 6º ao 9º ano. O custo total foi de mais de R$ 950 mil.


A comunidade celebrou o dia com presença em massa e com um torneio de futebol para dar as boas-vindas à nova José Sena, que ainda ganhou um poço artesiano para levar água de qualidade aos alunos e também à comunidade. A Escola recebeu uma boa notícia num dia em que os olhares eram de admiração, encantamento, surpresa, e encanto, o prefeito anunciou o projeto para aquisição de placas solares passando a ter energia própria e limpa.

O que disseram:


“O desafio de construir uma escola toda em alvenaria em uma comunidade tão distante como esta não é fácil, é preciso esperar a época certa para transportar o material, entender a dinâmica do rio para uma navegação segura. Mas, mesmo considerando tudo isto eu não queria fazer uma escola qualquer e muito menos fazer reparos na antiga, prometi à comunidade que a Escola José Sena seria toda em alvenaria e assim o fizemos. Sem o apoio da comunidade escolar, da Câmara de vereadores e da nossa gestão este sonho não estava sendo realizado. Aqui, estamos investindo no futuro, investindo em educação inclusiva e de qualidade, agora, as pessoas tem que cuidar e zelar por este patrimônio tão importante que estão recebendo”. Isaac Lima, Prefeito de Mâncio Lima.


“Estou muito feliz com a nossa nova escola porque a antiga estava feia, e agora vou poder estudar em uma sala de aula nova, bonita, com mais vontade para aprender, fico até sem saber o que dizer e fico até emocionada de ver minha escola toda de alvenaria e maior”. Lohana Nascimento de Souza, aluna do 6º ano.


“O momento é histórico tanto para a educação quanto para esta comunidade tão distante que recebe um patrimônio como este. A escola contempla 60 alunos, tem um excelente quadro de profissionais todos, com ensino superior e, o sentimento é de gratidão e alegria para nós, enquanto gestores, estar sendo recebidos desta forma pela comunidade nos enche de orgulho, emoção e satisfação. Estamos procurando trabalhar com professore das comunidades, oferecendo qualificação e buscando aproximar mais ainda a escola e a comunidade”. Júnior Pinho, Secretário Municipal de Educação, Cultura e Desporto.


“Eu tenho 36 anos de magistério, já me aposentei, mas fiz questão de continuar educando em minha comunidade, pois, foi aqui que cresci e foi aqui que aprendi a ler e escrever. Minha vida profissional em sala de aula foi toda na comunidade Bom Sossego. Eu confesso que não tinha mais esperanças e encerrar a profissão de professora em uma escola como esta, era um sonho acalentado há anos e, ver este prédio todo em alvenaria, amplo e bonito eu me emociono e lembro a luta dos meus pais como pioneiros desta comunidade, a professora Zilda Moraes que foi quem deu esse nome a escola”. Iranir Braga, Diretora e Professora da Escola José Sena.


“Nós enquanto legisladores e fiscalizadores dos recursos executados no município, ficamos felizes em ver in loco que o dinheiro está sendo bem empregado e que a comunidade está satisfeita. Esta escola marca um novo momento da educação desta comunidade”. Renan Costa, Presidente da Câmara de Vereadores.


“Estou muito feliz por estarmos recebendo uma escola boa para nossos filhos, a antiga já não oferecia boas condições de uso, não esperava estar vivenciando este momento, recebendo um prédio onde o futuro dos meus filhos está nele.” Maria Cláudia, dona de casa e mãe de aluno.


“A sensação é de dever cumprido porque construir qualquer tipo de empreendimento nas cabeceiras dos rios é um desafio muito grande e, o Prefeito Isaac aceitou o desafio trazendo inclusão social, educação humanizada e, acima de tudo, mostrando que quem está a cinco horas de barco do gabinete do Prefeito tem a mesma escola de quem está há uma quadra da Prefeitura, a comunidade merece e precisava deste presente que hoje recebe”. Rosaldo Marques, Secretário Municipal de Obras e Urbanismo.

Galeria de imagens:


Assessoria de Comunicação Social

Jenildo Cavalcante

Beatriz Monte

Imagens: Evandro Ibernon

Imagens Drone: Pedro Benevides



0 comentário
bottom of page