...
 

Mutirão de atendimento em neurocirurgia. esperança para quem não pode realizar tratamento neurologia


As doenças neurológicas têm sido cada vez mais frequentes nos dias atuais e afetam pessoas independente de idade ou classe social. São doenças desencadeadas por uma série de fatores como epilepsia, ataque vascular cerebral, transtornos de humor, depressão e ansiedade que atingem diretamente o sistema neurológico interferindo no desempenho profissional, nas relações familiares, podendo levar a morte.


A economia familiar é a mais afetada quando se detecta um déficit neurológico, pois, a partir do momento que o cidadão é acometido por algum desses problemas a coordenação motora e os reflexos são os primeiros prejudicados, desse modo, a pessoa acometida de doenças neurológicas necessita de cuidador com atenção integral.


A consulta para aprofundamento sobre a doença é feita por um neurocirurgião, porém para isso necessita-se de um poder aquisitivo mais elevado. No estado do Acre, esse profissional só atende na capital Rio Branco. Mas esta realidade começa a mudar em MÂNCIO LIMA. Um mutirão neurológico promovido pela PREFEITURA DE MÂNCIO LIMA por meio da Secretaria de Saúde vai possibilitar a vinda de um neurologista a cada três meses para o Município.


“Vale salientar que esta não é uma área da atenção básica, mas devido o trabalho que fazemos de identificação de problemas que afetam a nossa população e que precisam de uma resposta e atendimento adequado é que a gestão com toda a sensibilidade criou este mutirão de atendimento. As pessoas com problemas neurológicos têm dificuldades de locomoção e precisam de atendimento especial. O Dr. Renato, que é um ser humano incrível, se dispôs em nos ajudar nesta tarefa. Fizemos uma triagem, pegamos o cadastro do CAPS e estamos realizando este atendimento em dois dias. O que o Prefeito Isaac e a vice Ângela estão fazendo é trazer a saúde ao alcance da população”, falou Ajucilene Gonçalves, Secretária Municipal de Saúde.

Aline Alencar veio da comunidade Pentecostes distante cerca 30 km do centro de Mâncio Lima. Sua enteada desde a infância apresenta um déficit na coordenação motora. Para Aline a vinda do Dr. Renato é uma economia e alivio, pois, evita se deslocar para os grandes centros em busca de tratamento. “Nós já estamos há mais de um ano esperando por um neuro e nem tinha vaga e muito menos tínhamos condições de pagar a consulta. A vinda deste profissional pelo município ajuda muito, o clinico geral do posto de saúde agilizou para que hoje ela pudesse ser atendida. É uma economia grande porque o único gasto que tivemos foi de vir da comunidade até aqui para minha enteada se consultar”, destacou Aline Souza Alencar.


No primeiro dia do mutirão uma emergência surpreendeu a todos e provou o quanto a presença de um neurocirurgião no município pode salvar vida. Um senhor de 85 anos, Maurício Matos, morador da comunidade Santo Antônio, apresentava dormência nas pernas e dificuldades de locomoção com suspeita de um coagulo na cabeça. Segundo o neurocirurgião Dr. Renato Fonseca se o diagnostico do paciente demorasse mais alguns dias poderia ter sido tarde demais.


“O senhor Mauricio chegou apresentando um hematoma intracraniano suspeito de uma queda. Detectamos que esse paciente precisava de uma cirurgia de emergência, conseguimos realizar os exames com muita rapidez e encaminhamos o paciente para a realização de uma cirurgia neurológica em Rio Branco. Então, você ver que de todas as maneiras, o trabalho que a prefeitura está realizando está trazendo benefícios para a população. De um dia para o outro a situação que não é boa poderia se tornar muito pior e como na região não tem uma estrutura para uma emergência nesta especialidade poderíamos não ter obtido êxito”, falou Dr. Renato Fonseca, médico neurocirurgião e neurologista.


Para o especialista, que atua há mais de 20 anos nesta área da medicina, o alto índice de jovens, em plenas condições de estar no mercado de trabalho, acometidos por doenças do sistema neurológico é um fator preocupante.


“Estamos também fazendo alguns atendimentos na parte de neurologia com incidência razoável de portadores de epilepsia, sequelas de AVC, transtornos de humor, ansiedade, depressão ou até mesmo o comprometimento da parte intelectual e principalmente nos mais jovens. Estou muito otimista, a prefeitura tem dado total apoio e eu estou feliz de estar aqui trabalhando com o povo de Mâncio Lima”, destacou Dr. Renato Fonseca, médico neurocirurgião e neurologista.