top of page

Município do Paulista apresenta estrutura de meio ambiente a técnicos de Mâncio Lima



Comitiva Manciolimense visitou a Estação Ecológica de Caetés


Dirigentes da Prefeitura do Paulista receberam nesta terça-feira (09.08) a comitiva de representantes dos poderes Executivo e Legislativo, o líder indígena e a representante da COOPEFRUTOS de Mâncio Lima. Dentro dos assuntos abordados no encontro, práticas de licenciamento ambiental e políticas municipais de preservação da natureza em Paulista.

O encontro também versou acerca de governança, gestão, capacitação e fiscalização aplicadas nas duas cidades.


A reunião aconteceu no Centro Administrativo, em Maranguape I, Paulista -PE.

Após o intercâmbio técnico, a comitiva se dirigiu ao centro de preservação da Estação Ecológica de Caetés para conhecer a mata nativa do município e, na prática, as ações de preservação desenvolvidas por Paulista em parceria com o Governo do Estado.

“Temos a satisfação de estar aqui em Paulista, que é um desses municípios de referência. Em Mâncio Lima, no Acre, nós temos três etnias indígenas e mais de 70% de nosso território preservado. Aqui em Paulista estamos conhecendo políticas de preservação como as que determinam as diretrizes municipais para que as empresas cumpram a preservação das áreas adjacentes às construções que as mesmas realizam”, comentou o representante da terra indígena Nukini, Marcos Costa Oliveira.

“É muito importante que dentro da comitiva esteja um líder da comunidade indígena do nosso país, pois eles conhecem como ninguém os aspectos da floresta, sua fauna, flora e, sobretudo, os ecossistemas e respeito que se deve ter com as populações das etnias aborígenes”, disse o secretário de Desenvolvimento Urbano, Tecnologia e Meio Ambiente do Paulista, Wandelson Santos.


O secretário executivo de Meio Ambiente, Clécio Araújo, também recepcionou os acreanos.

O secretário de Meio Ambiente e Turismo da SEMATUR da Prefeitura de Mâncio Lima, Rosaldo Marques, comentou: “Paulista tem coleta seletiva, possui um berçário para tartarugas marinhas, detém em seu território uma Estação Ecológica e tem uma legislação ambiental adaptada às diretrizes nacionais, estamos aqui por isso para observar esses processos e adquirir experiências de referência no Brasil. Outro aspecto relevante se refere às políticas que determinam medidas compensatórias no tocante a requalificação de ruas, praças e espaços de lazer para o bem-estar da população e o desenvolvimento econômico da cidade”.


Todos os custos do intercâmbio são mantidos com recursos do Fundo de Defesa dos Direitos Difusos por meio do Ministério da Justiça, o projeto para fortalecimento da política de meio ambiente de Mancio Lima é o único em execução no estado do Acre.


Assessoria de Comunicação Social

Jenildo Cavalcante

Colaboração: Jornalista Armando Fuentes

Secretaria de Imprensa da Prefeitura de Paulista

0 comentário

Commenti


bottom of page