Município de Mâncio Lima é contemplado com recursos do Governo da Alemanha


Na tarde da última terça-feira, 26, o Prefeito Isaac Lima esteve reunido com técnicos da FUNTAC – Fundação de Tecnologia do Acre, do SEBRAE, da COOPERFRUTOS, SEMAPI e Sectários Municipais, a reunião tratou sobre a apresentação do Programa REFF EARLY MOVERS proteção florestal e mitigação das mudanças climáticas no Estado do Acre.


O projeto é um subprograma de produção familiar sustentável que apoia iniciativas para o desenvolvimento da floresta e redução do desmatamento e emissão de CO2, os gases de efeito estufa, e a promoção ativa da igualdade de gêneros.

O REM Acre, trabalha em territórios indígenas e no fortalecimento da produção familiar sustentável bem como na extração do cacau, látex e óleo vegetal. Em Mâncio Lima, a iniciativa apoia a Cooperativa de Extração de Óleos Vegetais COOPERFRUTOS que recebeu do programa o montante de R$ 1 milhão. A Cooperativa trabalha com 200 famílias, os recursos serão aplicados na aquisição de equipamentos e no fortalecimento da cadeia extrativista.


Em 2020 e 2021 foram produzidos e exportados poucas mais de três toneladas de óleo vegetal vendido ao preço de R$ 50, Mâncio Lima tem um rico potencial na produção desta cadeia, vale lembrar que outras iniciativas já existem a exemplo do Senhor Manoel Bezerra, um dos maiores produtores de sabão e óleo vegetal vendidos nos mercado local, regional e nacional.

REM é um programa piloto por meio do qual o governo alemão destina recursos para estados que começaram antes que outros com a implementação do chamado REDD+ jurisdicional - Redução das Emissões por Desmatamento e Degradação florestal, que é baseado na suposta redução das emissões de carbono em toda a jurisdição estadual, como o estado do Acre.

O programa piloto foi criado para promover financiamento aos governos que demonstraram interesse no mecanismo REDD+ assim que o debate sobre ele foi iniciado, de modo a recompensá-los pela "ação pioneira" e pela contribuição na forma que o REDD+ tomou nas negociações climáticas da ONU. Além dos programas REM no Acre e no Mato Grosso, o banco de desenvolvimento alemão KfW, que gerencia o programa, também assinou um contrato REM com o governo da Colômbia.


Assessoria de Comunicação Social

Jenildo Cavalcante

Imagens: Evandro Ibernon/WWF

0 comentário