top of page
  • Foto do escritorJenildo Cavalcante

Meio Ambiente: Prefeitura entrega contêineres para coleta seletiva e armazenamento de resíduos sólidos

Nas últimas décadas, o planeta Terra vem sofrendo impactos das mais diversas formas causadas pela humanidade, o que tem exigido de pessoas, empresas e governos ações para alcançar um desenvolvimento sustentável, de modo a prevenir a escassez dos recursos naturais e proporcionar uma vida digna a todas as espécies.


Com o objetivo de incentivar e promover a separação do material reciclável do lixo comum, contribuindo, assim, para a preservação ambiental, a Prefeitura de Mâncio Lima, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo (SEMATUR), iniciou na manhã desta sexta-feira, 29, a entrega de contêineres para coleta seletiva e armazenamento de material reciclável em pontos estratégicos do município.


“Mesmo com o recesso de fim de ano nós não paramos de trabalhar e, hoje, de maneira especial estamos recebendo 70 contêineres para armazenamento dos resíduos sólidos, para melhorar na limpeza e no aspecto físico de nossa cidade. Esses recipientes serão distribuídos em pontos estratégicos e é importante que a população também colabore. Os contêineres são para aquele lixo que não terá mais utilidade, que não pode ser reciclado e precisa ser acondicionado em sacos plásticos, afim de evitar que os animais espalhem na rua, contribuindo na hora que a equipe de limpeza esteja fazendo a coleta”, destacou Isaac Lima, Prefeito de Mâncio Lima.

Nesta primeira fase do projeto, foram adquiridos 70 contêineres (carrinho coletor de lixo com tampa) com capacidade de 1.000 litros, sem pedal, em polietileno de alta densidade. Os recursos, no valor de R$ 210 mil, são frutos de emendas especiais do Senador Alan Rick e da Ex-senadora e vice-governadora Mailza Assis. Ainda serão adquiridas mais lixeiras com os recursos disponibilizados.

“Nós já temos um calendário de coleta, que será mantido e já temos os lugares definidos onde cada contêineres desse vai ficar. Porém não basta termos esses recipientes em pontos estratégicos, sem a colaboração da nossa população, o lixo precisa ser acondicionado em saco plástico, restos de alimentos, material orgânico e material reciclável não deve ser jogado nestas lixeiras, é importante que todos tenham esta consciência em saber o que pode e o que não pode ser jogado ali. Eles vão ficar em praças públicas, prédios públicos, cruzamentos onde há uma grade quantidade de residências e pontos comerciais”, finalizou Rosaldo Marques, Secretário Municipal de Obras e Saneamento.

A iniciativa também possibilita uma maior geração de renda aos catadores de materiais recicláveis no município, uma vez que todo resíduo reciclável coletado nos prédios públicos e residenciais são enviados a outras associações.

A ação está ligada aos 17 ODS que foram criados para alcançar um desenvolvimento sustentável pautado na Agenda 2030, e a gestão de resíduos está intimamente ligada a esse fator, colaborando diretamente com o ODS 6 - Água Potável e Saneamento o ODS 12 - Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis, afim de Implementar o Plano Decenal de Programas sobre Produção e Consumo Sustentáveis, com todos os países tomando medidas, e os países desenvolvidos assumindo a liderança, tendo em conta o desenvolvimento e as capacidades dos países em desenvolvimento.

Assessoria de Comunicação Social

Jenildo Cavalcante

Beatriz Monte

Imagens: Evandro Ibernon/SEMOVUR

0 comentário

Comments


bottom of page