Força Jovem é campeão do Torneio Regional de Futebol Amador


O Torneio Regional de Futebol Amador foi um sucesso e teve recorde de participação tanto de jogadores como da torcida. As competições, reuniram mais de 1.300 atletas, 22 comunidades envolvidas direta e indiretamente e participação maciça da população em todas as competições.


“Desde quando começamos a elaborar este projeto, sabíamos do tamanho que seria esta competição, fosse pelo tempo em que estávamos em casa em função da pandemia ou, pelo amor que nossa população tem pelo futebol. Fomos nos quatro cantos do município, 60 equipes disputaram a vaga de campeão e todas elas foram premidas com uniformes completos. A Deputada Perpetua Almeida foi muito feliz com esta emenda e nós, da gestão, só temos a agradecer, agradecer a ela e aos nossos atletas que brilharam em campo e claro, nossa população que não deixou de prestigiar os jogos”, disse Isaac Lima, Prefeito de Mâncio Lima.

O Projeto de autoria de emenda parlamentar da Deputada Federal Perpétua Almeida marcou o início das competições esportivas pós-pandemia. Com recursos orçados em R$ 150 mil, foram contempladas 60 equipes masculinas de futebol de campo, dividido em três regionais: rural ribeirinha, rural terrestre e zona urbana.


“Eu ainda lembro quando o projeto para destinar emenda parlamentar para este torneio de futebol era só um sonho, um sonho trazido pelo então Vereador Luiz Benvindo. Hoje, tenho a oportunidade de acompanhar a final do 1º Torneio de Futebol Masculino de Mâncio Lima, fruto de emenda parlamentar minha e com apoio do deputado Edvaldo Magalhães. Mais de 1500 atletas participaram do torneio, que movimentou a economia e levou muito lazer para a moçada da querida cidade de Mâncio Lima. Na próxima etapa, haverá torneio de futebol feminino, sub 15 e sub 17. Coisa boa é ver emenda parlamentar chegando no povo e sendo bem executado como a que estou vendo”, destacou Perpétua Almeida, Deputada Federal.


As equipes


O palco foi o campo do Bairro São Francisco, a torcida lotou as laterais do campo, de acordo com estimativa da organização, mais de uma mil pessoas assistiram à partida e, dentro do gramado, o que se viu foi um show de habilidade, raça e muita garra.

“Este torneio mobilizou milhares de pessoas de Mâncio Lima tanto da zona urbana quanto da zona rural terrestre e fluvial. Estamos muito gratos a Deputada Perpetua Almeida, autora da emenda parlamentar, depois ao Prefeito Isaac Lima que entrou com aporte significativo de recursos para cobrir áreas que o recurso da emenda não cobria e, agradecer muito aos atletas, pelo brilhantismo e pela forma civilizada com que participaram de cada competição”, ressaltou Eriton Maia, Secretário Municipal de Educação, Cultura e Desporto.

De um lado, uma equipe formada por grandes talentos trazendo na bagagem 18 títulos regionais e estaduais, estes, quatro vezes Campeões dos Jogos da Floresta. Um time formado por várias gerações, de pai para filho. Com 42 anos de fundação, o Força Jovem, da comunidade Pentecostes, trouxe para campo duas grandes apostas: o primeiro, o goleiro Tiba, 26 anos de idade, há seis anos atuando no Força Jovem, trazendo na carreira quatro títulos de campeão. O segundo, o mais experiente da equipe, Doutor, camisa 27, 42 anos de idade, atuando na equipe desde a sua fundação.


“Alcançamos ao nosso objetivo que era de chegar a grande final com mérito, êxito, sem nenhuma confusão e com as equipes dando o seu melhor, alcançamos um número muito grande de atletas, a população se fez persente, não tivemos a participação de todas as terras população indígenas porém, não impediu de chegar nos quatro canto do município”, enfatizou Rivelino Cavalcante, Chefe do Departamento de Esportes.

Já o Ideal, veio com três apostas para levar o troféu para casa. O camisa 08, Eder, com três títulos na carreira de jogador, o goleiro Felipe, 21 anos de idade, que ao levar sua equipe para a final trazia a missão de repetir o feito do jogo contra o Sport e, por fim, mas não menos importante, Tiago, camisa 11, de 22 anos idade, que trouxe a missão de resolver a partida no tempo normal e marcar o primeiro título de sua carreira.


Fundado em 1985, o Ideal, time da pequena comunidade Iracema, tem três títulos regionais e, o mais importante, o título de Campeão Municipal em 1994.


O Jogo


O primeiro tempo começou com os jogadores ditando como seria o ritmo do jogo. A bola não conseguia encontrar o caminho do gol, os goleiros, incentivados pelas torcidas, faziam defesas espetaculares. Com pouco mais de 20 minutos de jogo o Ideal tem sua primeira baixa, após uma lesão na coxa, o principal jogador da equipe, Tiago Costa, teve que ser substituído pelo camisa 13 Makson, que, aos 30 minutos, marca o primeiro gol para delírio da torcida.