Esporte: Prefeitura de Mâncio Lima discute protocolos sanitários para retomada gradual de atividades


A Pandemia do novo Coronavírus, iniciada no Brasil no primeiro trimestre de 2020 nos impôs uma série de restrições, com a finalidade de evitar a disseminação do vírus. O distanciamento social, necessário, tem sido a maneira mais eficaz de conter o avanço da doença, mas, também, precisamos avaliar outras implicações causadas pelo longo tempo em que, principalmente, crianças, adolescentes, desportistas e sociedade em geral são privados do convívio social e da prática regular de atividade física e esportiva.

A Prefeitura de Mâncio Lima, juntamente com o Departamento de Esportes realizou, na manhã desta quinta-feira (15), uma reunião para discutir protocolos sanitários necessários para o retorno gradual de algumas atividades esportivas e a realização do Torneio Regional de Futebol Amador.


“Esse projeto já era pra está em execução, porém, infelizmente, nós ainda não havíamos tido condições sanitárias para reunir os nossos desportistas, o Estado do Acre está na bandeira Amarela, o que permite a realização de eventos desta natureza seguindo, claro, todas as recomendações sanitárias. O município se mantendo com essa média diária de casos, as pessoas mantendo devidos cuidados, como o uso de máscaras e distanciamento social, nós daremos início as atividades”, disse Isaac Lima, prefeito de Mâncio Lima.

O Projeto Torneio Regional de Futebol Amador tem como objetivo assegurar o acesso das comunidades em atividades esportivas e de lazer relacionadas à prática do Futebol, oportunizando a adolescentes, jovens e adultos de nossa cidade o exercício de seu direito social ao esporte recreativo e ao lazer ativo, vislumbrando a possibilidade de integração, interação, a vivência esportiva e convivência comunitária, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida, assim como fortalecendo políticas públicas inclusivas e de afirmação do esporte e do lazer como um direitos do cidadão manciolimense.


A meta é atender diretamente mil e duzentos (1.200) cidadãos, por meio da prática de Futebol, envolvendo, pelo menos, trinta (30) colaboradores em práticas de organização de eventos. As atividades serão desenvolvidas em forma de torneio em todas as comunidades urbanas e rurais no formato de eliminatórias. De autoria da Deputada Federal Perpétua Almeida, o projeto está orçado em R$ 150 mil.

Após análise e aprovação do secretário, todo o material elaborado será encaminhado para a Secretaria da Saúde, que, depois de avaliar, irá determinar a real possibilidade do retorno. Após aprovação da SMS, o documento poderá servir como orientação para que municípios e organizações esportivas avaliem a abertura de seus espaços de treinamento e o retorno de suas atividades esportivas.


Assessoria de Comunicação Social

Jenildo Cavalcante

Beatriz Monte

Imagens: Evandro Ibernon