top of page

Após doação de brasilit, famílias afetadas por temporais recebem donativos do Governo do Estado


Na manhã desta quinta-feira, 21, a Prefeitura de Mâncio Lima recebeu do Governo do Estado 200 cestas básicas para às famílias atingidas pelas tempestades ocorridas nos dias 4, 10 e 13 de setembro. Desde o último final de semana, a gestão, com recursos próprios, vem prestando assistência na cobertura de 35 casas de famílias que tiveram suas residências afetadas de forma mais graves pelos vendavais.

“Hoje tivemos o privilégio de receber essas cestas básicas para ajudar famílias que foram atingidas pelas tempestades. Agradecemos ao governo do Estado, pelo apoio e por todo o trabalho que está sendo feito em conjunto, a gestão não cruzou os braços desde que os primeiros eventos aconteceram, o passo seguinte é correr atrás do recursos do Governo Federal junto a nossa bancada em Brasília”, falou o prefeito de Mâncio Lima, Isaac Lima.

Na última terça-feira, 19, uma equipe da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (SEASDH), chegou em Mâncio Lima, fez um levantamento junto à gestão municipal e, nesta quinta-feira, 21, já traz mais ações concretas do governo do Estado em apoio às famílias atingidas pelos fenômenos naturais.

“Por determinação do governo do Estado, já começou a chegar ajuda, com essas 200 cestas básicas. Vamos continuar trabalhando para trazer mais auxílio e seguir ajudando esses munícipes”, afirmou o diretor de Assistência Social da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (SEASDH), Hilquias Almeida.

Maria Angélica do Nascimento, moradora do Bairro São Vidal, teve a estrutura da sua casa comprometida, o telhado arrancado, móveis e eletrodomésticos destruídos. “Neste momento toda ajuda é bem-vinda. Eu agradeço ao governo do Estado e à Prefeitura de Mâncio Lima, que estão presentes, dando apoio”, disse.

Desde o início, toda a gestão do governo estadual tem atuado em parceria da Prefeitura, realizando juntos, um trabalho integrado em benefício as famílias. A união de forças já resultou, por exemplo, no reconhecimento da situação de emergência junto ao governo federal. A Prefeitura aguarda para que o último decreto enviado a Brasília, pedindo o reconhecimento de situação emergência do último evento, seja aprovado.

Galeria de imagens:

Assessoria de Comunicação Social

Jenildo Cavalcante

Beatriz Monte

Imagens: Evandro Ibernon

Com informações da Agência de Notícias do Acre


0 comentário
bottom of page